Ambliopia

Ambliopia é a diminuição da acuidade visual de um ou dos dois olhos em relação à visão normal. É uma palavra originada do grego (amblios = tolo e ops = visão), significando literalmente ‘visão boba’. A incidência de ambliopia em crianças em idade escolar é de aproximadamente 4%. Geralmente é prevenível ou tratável.


Causas

As causas da ambliopia podem ser várias:

– alteração orgânica da mácula (sendo então chamada de ambliopia orgânica);

– catarata congênita;

– grandes defeitos de refração;

– diferença de refração de um olho em relação ao outro (anisometropia);

– por estrabismo fixo em um dos olhos;

– falta de estímulo visual nos 3 primeiros anos de vida, época em que a criança tem metade de sua visão normal já desenvolvida. Se durante a idade de maior desenvolvimento da visão, que é até aproximadamente os 7 anos, ocorrerem alterações que impedem o foco de imagens nítidas na retina, o olho não amadurece a visão.

Dessa maneira, as crianças devem realizar exame oftalmológico por volta dos 4 anos de idade para diagnosticar diferenças de poder refracional entre os olhos. Se apresentarem olhos tortos ou se houver história de ambliopia na família, a criança deve realizar esse exame mais precocemente.


Tratamento

O tratamento da ambliopia começa com o uso de correção óptica (se indicada) seguida da oclusão do olho de melhor acuidade visual. Isto é feito para permitir que o olho mais fraco se desenvolva.

A oclusão do olho ‘bom’ geralmente não é bem aceita pela criança (que tende a recusar o uso do tapa-olhos), mas a persistência dos pais no tratamento é fundamental para a recuperação da visão da criança.

Nos casos de estrabismo, o tratamento inclui ainda a correção do desvio.


Fonte: Novartis

You may also like

Leave a comment